A Cabana - William P. Young


Tudo começa quando Mack e seus três filhos Missy, Josh e Kate resolvem ir acampar sem a supervisão de Nan, esposa de Mackenzie. Eles começam os preparativos para a longa caminhada até o local do acampamento, e estão super impolgados, no meio do caminho, Mack começa a contar histórias para Kate e para Missy que logo se interessam pelo assuntos e como toda criança o enche de perguntas.
Ao chegar no local do acampamento eles começam a explorar o local e acabam achando uma família de acampantes, no termino dos 4 dias previsto para o final do acampamento, ele começam a recolher as coisas para retornarem a casa, mas um dos integrantes da família descidem levar Josh e Kate pra um passeio de canoa, até ai todo bem, até que uma forte correnteza começa a puxar fortemente a canoa pra baixo, Mack com toda sua preocupação pula no rio e tenta salva-los e por sorte eles escapam ilesos, mas o mesmo não se pode dizer da pequena Missy, ela desapareçe misteriosamente e após muita procura, incluse com ronda de policiais o caso foi encerrado e dado como um bruto assassinato, e a única pista que foi deixada para tras foi um pequeno broche de Joaninha.
Após muitos anos, Mack descide voltar a cabana, lugar que o suposto assassinato ocorreu, pois ele recbeu um pequeno bilhete pedindo que ele fosse lá e que o mesmo estava assinado " PAPAI", ele não entendeu muito bem, porque a única pessoa que se referia a alguém como papai era Nan, mulher de Mack e ela se referia a Deus! Ele não poderia ser, ou poderia??
Chegando na Cabana, tudo era EXATAMENTE como ele se lembrava, escuro, sombrio e totalmente triste, caminhando de volta para o carro, pois ele pensava que tudo aquilo era perda de tempo comçou a haver uma grande transformação em toda a mata e olhando para trás, ele viu que a cabana também mudára e voltandopara lá encontra 3 pessoas, duas mulheres e uma homem. A mulher negra é caracterizada como Deus, a outra, uma asiática e no ver de Mack nem um pouco simpática é caracterizada como o Espiríto Santo, já o homem era Jesus, e juntos começam a repartirem experiências, e Mack passa a conheçer tudo o que "Papai" tem para lhe oferecer.

Nota da Leitora:
É relmente uma história muito sofrida, até por que quem que perdeu uma filha teria coragem de voltar a cena onde o mesmo foi cometido? Penso que consegui captar o que o livro tinha a dizer no contexto da religiosidade, mesmo Jesus, Deus e o Espírito Santo, sendo caracterizados como um carpinteiro, uma Negra e uma Oriental (em sua respectiva ordem)

Ficha Técnica
Título original: The Shack
Autor: William P. Young
Editora: Sextante
número de páginas: 243
P.S. lendo
Foto: 1° edição
Créditos: Milla Rodrigues

4 comentários »

  • Julyzinha..... said:  

    Pra falar a verdade quando li a sinopse não gostei muito, mas depois da sua resenha a história se clareou, adorei Milla!!! Parabéns!

  • Lari said:  

    Minha mãe ganhou este de presente, começou a ler e estava gostando!Mas acho que não é muito minha praia!

  • Isabela L. said:  

    nunca tive paciência para ler este, uma vez começei, mas parei com 5 páginas, afinal não é nem um pouco o tipo de livro que eu gosto